Início ECONOMIA Plano Safra é lançado no Piauí com R$ 471 milhões para crédito
Plano Safra é lançado no Piauí com R$ 471 milhões para crédito

Plano Safra é lançado no Piauí com R$ 471 milhões para crédito

0
0

O secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, participou na manhã desta terça (11), da solenidade de lançamento do Plano Safra Piauí 2017-2018 realizado pelo Banco do Brasil, no Luxor Hotel de Teresina. Durante o evento, a agência financeira apresentou o valor do recurso que será disponibilizado para esta safra, que iniciou no começo deste mês. Serão R$ 471 milhões para crédito rural, sendo R$ 51 milhões destinados para a agricultura familiar, R$ 57 milhões para os médios produtores e R$ 363 milhões para a agricultura empresarial.

De acordo com Francisco Limma, o Plano Safra anuncia as metas e estratégias do Governo Federal, especificamente do Banco do Brasil, para esta safra; o que permite um planejamento dos investidores. “O que o governo faz é, a partir das linhas de crédito de investimento, divulgar e orientar os empreendedores, em geral, sobre o que há disponível no BB para fortalecer o setor produtivo no estado e quais as condições destes créditos. O Plano Safra 2017-2018 está ajustado com o momento em que o Governo do Estado faz uma experiência piloto do Piauí Empreendedor, que vai reforçar este segmento produtivo de menor escala. O objetivo é tornar o estado cada vez mais produtivo, agregar valor à esta produção e criar condições para continuar desenvolvendo o Piauí”, enfatizou o secretário da SDR.

Para o superintendente regional do Banco do Brasil, João Batista Feitosa, este é um momento de celebração, uma vez que esta instituição é a maior parceira do agronegócio brasileiro, responsável por 60% de todo o recurso aplicado no Piauí. A proposta para o Piauí é muito alavancadora, porque estamos saindo de uma aplicação de R$ 200 milhões na safra anterior para um patamar de quase R$ 500 milhões. Isto significa que é um bom momento de parceria com a atividade produtiva do agronegócio no Piauí. O aumento de demandas das nossas propostas fez o Banco do Brasil mais que dobrar os recursos para crédito rural.

“Há uma perspectiva de aumento pela procura dos nossos produtores rurais. A maior novidade deste Plano Safra é a redução das taxas em quase todas as linhas de crédito. Além disso, o Piauí está sendo visto de uma forma muito positiva no segmento do agronegócio; com isso, o Banco do Brasil precisa estar junto com estes produtores para, unidos, alavancarmos estas atividades no Piauí”, ressaltou o superintendente regional do Banco do Brasil.
Durante o lançamento, houve a assinatura da primeira proposta de crédito para a nova safra. Isaías Sebastião de Almeida Neto é presidente da Cooperativa dos Avicultores do Piauí (Coavi), fundada há 36 anos e que comercializa 2 milhões de aves por mês no Piauí.

“Por conta do tempo de fundação, estávamos ficando obsoletos e agora estamos iniciando um processo de evolução tecnológica, modernizando nossas unidades de produção implantando a tecnologia mais moderna do estado. E o Banco do Brasil tem sido um grande parceiro da Coavi. Agora, assinei mais uma proposta de crédito com o Banco do Brasil, o grande parceiro do produtor piauiense”, concluiu Isaías Sebastião de Almeida Neto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *