Início EDUCAÇÃO Pesquisadores da UESPI de Floriano são contemplados com edital de 200 mil reais
Pesquisadores da UESPI de Floriano são contemplados com edital de 200 mil reais

Pesquisadores da UESPI de Floriano são contemplados com edital de 200 mil reais

0
0

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), concluiu a liberação de recursos do Edital de Infraestrutura de Pesquisa destinado aos professores da instituição de ensino. O valor total do investimento para os grupos de pesquisa foi de R$ 200.000 (duzentos mil reais), que foram divididos para 12 projetos.

O benefício, que teve o objetivo de apoiar a pesquisa no Estado, contemplou quase 50 professores das diferentes áreas do conhecimento, dos Campus de Teresina, Parnaíba, Floriano, Picos e Uruçuí. Este é um incentivo que vem fortalecendo a pesquisa na capital e interior.

De acordo com o gestor da Sedet, Deputado Nerinho, a iniciativa é fundamental para o desenvolvimento de projetos. “Na UESPI, temos cerca de 300 doutores, portanto a abertura deste edital proporcionou uma inteligente forma de se investir na pesquisa no estado e dando ao pesquisador autonomia para que ele adquira os equipamentos que são úteis no seu trabalho de pesquisador”, destaca.

Segundo o superintendente de Ciência e Tecnologia da pasta, Thiago Carvalho, a ação que contemplou várias áreas do conhecimento, é considerada pioneira no Piauí. A SECTEC convocou Consultores Ad Hoc de outras universidades brasileiras para realização da avaliação deste edital. “A ideia foi selecionar o que existe de melhor nos projetos apresentados, por isso o cuidado em cada etapa. Ficamos gratos em promover ações que ajudam na valorização da pesquisa no Estado”, ressalta o superintendente.

Para a pesquisadora Dra. Josiane Araújo, contemplada no Campus da UESPI de Floriano, a abertura do edital é estratégica para o fortalecimento de diversos projetos. “Acredito que esse tipo de iniciativa deve ser mantida, junto com novos editais. Isso tem um impacto muito positivo e vai beneficiar não apenas os grupos que estão realizando estas pesquisas, mas também a comunidade acadêmica e a população, em geral”, avalia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *