Início OPINIÃO OPINIÃO: E se outras profissões resolvessem cruzar os braços?
OPINIÃO: E se outras profissões resolvessem cruzar os braços?

OPINIÃO: E se outras profissões resolvessem cruzar os braços?

0
0

O que vimos nos últimos dias foi apenas uma pequena amostra sobre quem realmente carrega o país nas costas e os caminhoneiros são uma parcela importante desses trabalhadores que na maioria das vezes são rebaixados. Isso faz parte da cultura aristocrática e cheia de mordomias que nós brasileiros, levamos nas costas desde o nosso redescobrimento pelos portugueses lá em 1500.

Ao longo da História do Brasil, algumas categorias sempre foram preteridas e outras privilegiadas e essa paralização encabeçada pelos caminhoneiros expos isso de uma maneira mais peculiar e vergonhosa possível. São eles que passam semanas, meses longe da família para distribuir o alimento que vai abastecer creches na Amazônia, medicamentos que irão ajudam a salvar vidas no Rio Grande do Sul, gasolina que vai abastecer a indústria siderúrgica de Minas Gerais e por aí vai. É uma responsabilidade muito grande para uma profissão tão subjugada.

Imagine vocês se domésticas, lixeiros, carteiros, agricultores e outras profissões menos “lucrativas” resolverem simplesmente cruzar os braços? Esse país não iria suportar! A greve é válida não só por uma categoria, mas para mostrar a força de várias minorias que são invisíveis aos olhos da maioria que comemora apenas quando o filho passa no vestibular para Direito ou Medicina.

Enquanto isso, postos de gasolina cheios, donos de postos de gasolina mais ricos e o consumidor tendo que enfrentar longas filas para conseguir abastecer pagando caro. E quem não tem carro e moto e depende do transporte público? Fica em casa! A velha humilhação de sempre que o pobre conhece bem. O que chama atenção é que ninguém vê um político nesses postos, pelo contrário, a maioria foi cumprir agenda no interior do estado em sua caminhonetas ou jatinhos muito bem abastecidos. A vida é assim. Enquanto falta para uns, sobra para outros… E como sobra!

*Jornalista e cientista político, Denilson Avelino é editor-chefe do Portal iFloriano.com. Foi repórter da Rede CBN (Central Brasileira de Notícias) no Piauí. Vencedor de algumas premiações, como o Prêmio Piauí de Reportagem, Avelino já passou pelas redações do Sistema de Comunicação de Picos, Rede Meio Norte e Revista Fecomércio. Escreve sobre cotidiano, sociedade, política e tudo mais que der vontade. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: