Início ESPORTES LUTO NO FUTEBOL: Morre Cesarino Oliveira, presidente da FPF
LUTO NO FUTEBOL: Morre Cesarino Oliveira, presidente da FPF

LUTO NO FUTEBOL: Morre Cesarino Oliveira, presidente da FPF

0
0

O corpo de Cesarino Oliveira chegou a Pax União, na avenida Miguel Rosa, por volta de 8h30. A esposa, filhos, sobrinhos e amigos acompanham o velório.

De acordo com a assessoria da FFP, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol Coronel Antonio Carlos Nunes, e o secretário geral da entidade, Walter Feldman e outro dirigente também devem se despedir do presidente da FFP. A confirmação depende apenas da disponibilidade de um vôo para Teresina, inclusive, cogita-se que possam vir em um vôo particular para a despedida. Antônio Américo, presidente da Federação Maranhense de Futebol, confirmou presença.

O sepultamento está previsto para 17h, no cemitério Jardim da Ressurreição.

O juiz eleitoral, Almir Abib Tajra, relembra da amizade com Cesarino e como ficou assustado ao saber do problema de saúde do amigo.

“São muitas lembranças, desde os tempos de Liceu Piauiense, passando pelo campinho do Bariri, pela Vila Operária. Sempre amigo, sempre presente. Participou de tudo no futebol nos últimos tempos. Uma perda irreparável. A vida tem dessas coisas e vamos rezar pela alma dele, disse o juiz.

O Coronel Jaime Oliveira, um dos vice-presidentes da FFP e delegado em jogos de competições nacionais, é amigo de infância de Cesarino Oliveira. “Ele vem da Vila Operária e eu também. Na nossa infância, jogamos futebol no Bariri”, relembra o dirigente, que seguiu carreira na Polícia Militar, enquanto o amigo optou pela Educação Física e virou jogador de futebol.

“É uma lacuna no futebol que fica do Piauí. É um grande amigo que nós perdemos. Estivemos, na segunda-feira, na Federação trabalhando normalmente. (…) A gente é tomado de surpresa com uma situação dessas que não conseguimos entender”, lamenta Oliveira, ao comentar os últimos momentos com Cesarino Oliveira. “Nós que fazemos o futebol do Piauí perdemos um grande amigo, um grande desportista”.

Daniel Araújo, diretor de competições amadoras da FFP, também lamentou que Cesarino Oliveira tenha partido sem alavancar o futebol piauiense como queria. “É uma perda irreparável, não só do amigo e companheiro, mas de uma pessoa que representa o futebol piauiense no cenário nacional. (…) Mudou a cara do futebol piauiense com muitas dificuldades de estádio, de estrutura, uma série de situações, que ele não conseguiu implementar o seu sonho, que era um futebol piauiense viável, com público cheio”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: