Início CIDADE II Fórum de Educação Inclusiva acontece em comemoração aos 120 anos de Floriano
II Fórum de Educação Inclusiva acontece em comemoração aos 120 anos de Floriano

II Fórum de Educação Inclusiva acontece em comemoração aos 120 anos de Floriano

0
0

Na manhã dessa quarta-feira (05), no auditório da UFPI, seguindo o cronograma de festividades alusivas aos 120 anos de Floriano, aconteceu a abertura do II Fórum de Educação Inclusiva de Floriano, que tem como objetivo refletir as práticas inclusivas por meio de palestras e do compartilhamento de vivências. Na ocasião, representando o prefeito Joel Rodrigues e o Presidente da Câmara Municipal, estiveram presentes o vice-prefeito Antônio Reis e o vereador Akássio, respectivamente, o secretário de Educação, Joab Curvina, o tenente coronel Rubens Lopes, a coordenadora de Educação Inclusiva, Raimunda Paiva, a presidente do Sinte, professora Léa Almeida, além da representante da UFPI, Anne Karoline e dos demais educadores municipais que formaram uma numerosa plateia para prestigiar o evento.

O Fórum que tem como tema “Repensando as Práticas Pedagógicas Incluídas”, é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação e da Coordenadoria de Educação Inclusiva, que trabalham em parceria com as escolas regulares, oportunizando o acesso e o desenvolvimento de todos os alunos da Rede Municipal de Ensino. A solenidade de abertura foi conduzida pelo hino de Floriano, interpretado simultaneamente na Língua Brasileira de Sinais (Libras), e agraciado com a apresentação artística do aluno da Escola Municipal Raimundinha Carvalho, Diogo Máximo.

A coordenadora de Educação Inclusiva da SEMED, ressaltou a importância de um trabalho que começou a ser desenvolvido há 11 anos, quando Floriano passou a integrar o Pólo Regional de Educação Inclusiva Brasileiro. “Essa é uma oportunidade de discutir um tema que está presente no dia-a-dia e que faz parte da formação do educador da Rede Municipal de Ensino”, finalizou.

De acordo com o secretário de Educação, Joab Curvina, a escolas municipais atendem mais de 300 alunos com necessidades especiais, que são inseridas no contexto da sala de aula regular. “Esse espaço de formação é uma ferramenta que minimiza as dificuldades de incluir os educadores e as crianças com necessidades especias no processo de ensino-aprendizagem, é uma conquista de toda a comunidade”, explicou o secretário.

Na ocasião o vice-prefeito, também professor, Antônio Reis, reconheceu a relevância da educação inclusiva e parabenizou as ações desenvolvidas pela SEMED. “São medidas assim que tornam nossas escolas municipais reconhecidas, para o nosso governo a educação é um prioridade”, disse o vice-prefeito.

O evento que, além de discutir a inclusão de crianças com necessidades especiais, trabalha com debates sobre inclusão étnico-racial, faz parte do calendário da SEMED e acontece anualmente no mês de julho.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *