Início ESPORTES Em jogo marcado por brigas, River arranca empate no Lindolfo Monteiro
Em jogo marcado por brigas, River arranca empate no Lindolfo Monteiro

Em jogo marcado por brigas, River arranca empate no Lindolfo Monteiro

0
0

River e Piauí se enfrentaram na noite de ontem (16) em jogo válido pela segunda rodada do returno do Campeonato Piauiense. O placar da partida foi 1 a 1, mas o resultado acabou ficando de lado diante das confusões generalizadas que aconteceram em campo.

O Piauí teve três jogadores expulsos: Testinha, Alisson e Dudu. Pelo lado do Galo, o volante Humberto. Os gols foram marcados ainda no primeiro tempo por Dudu, de falta; e Viola, de pênalti, empatou para o River. O árbitro Antônio José Lopes teve dificuldades para controlar a reação dos jogadores em campo e em definir o encerramento da partida. Isso porque o Enxuga Rato chegou a ter seis jogadores em campo.

Com o resultado as duas equipes, somam um ponto. Com sete pontos e na vice-liderança, o Enxuga Rato volta a campo na quarta-feira (19) quando encara o Picos no Estádio Helvídio Nunes, em Picos. Enquanto isso, o River, com cinco pontos e na terceira colocação, tem pela frente o Flamengo. O clássico Rivengo acontece também na quarta- -feira (19) às 20h no Estádio Lindolfo Monteiro.

O jogo

O Enxuga-Rato vive uma crescente na competição e, mesmo jogando diante do River, o time se mostrava ofensivo. Com dois minutos de jogo, após bela cobrança de falta batida por Dudu, o Piauí abriu o placar no Estádio Lindolfo Monteiro: 1 a 0.

Aos 16 minutos, veio o empate do Galo. O árbitro Antônio José Lopes deu pênalti de Testinha em Viola e o artilheiro do Galo não desperdiçou e empatou o confronto: 1 a 1.  A partir daí, o jogo começou a ficar acalorado, com os jogadores do Piauí obrigando o juiz a parar o jogo várias vezes ainda no tempo inicial por conta de discursões em campo.

Aos 35 minutos, Piauí perdeu seu primeiro jogador após Alisson ser expulso de campo. Com um homem a mais, o River teve boas chances em batidas de faltas. Uma delas de Gabriel, que obrigou o goleiro Lucas a fazer boa defesa.
Para quem assistiu à partida, o primeiro tempo foi abaixo da média. No segundo tempo, a bola em campo deu lugar a várias brigas entre jogadores.

A melhor oportunidade de gol surgiu com Junior Paraíba, aos 7, em chute de fora da área. Com 20 minutos, Dudu foi expulso, deixando o Piauí com dois a menos em campo. Enquanto isso, o Galo esbarrava na marcação forte do Piauí nas faltas.

Com Viola e Negueba, o time do River conseguiu criar algumas oportunidades, mas a bola batia na trave ou parava nas mãos de Lucas. Aos 38 minutos, Testinha foi expulso, deixando o Piauí com três a menos e campo e paralisando mais uma vez a partida. Os jogadores das duas equipes cercam o juiz e chegam a empurrá-lo. Até mesmo os atletas que estavam no banco de reservas invadiram o campo. Depois de alguns minutos, o árbitro deu continuidade ao jogo. Aos 42 minutos, Humberto foi expulso pelo lado do River. O jogador derrubou Nil, que em contra-ataque rápido, teve a oportunidade de marcar o segundo para o Piauí.

As discussões, xingamentos e confrontos se estendem para fora de campo. Os jogadores do banco de reservas do Piauí foram em direção ao banco do River e começaram uma nova confusão.

Depois disso, os jogadores do Rubro-Anil começaram a cair em campo. A equipe tinha apenas sete jogadores em campo, seis de linha e o goleiro. Com 44 minutos, um dos atletas sentiu câimbra e saiu de campo. Oito minutos depois, o juiz Antônio José Lopes decidiu encerrar a partida.

Informações de PortalODia
Foto: Victor Costa

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *