Início CIDADE Após sustentação oral de advogado, desembargador pede vista de processo sobre aprovados em concurso da CAIXA/2014

Após sustentação oral de advogado, desembargador pede vista de processo sobre aprovados em concurso da CAIXA/2014

0
0

Candidato aprovado no concurso público da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, realizado em 2014, ingressou com reclamação trabalhista pleiteando sua imediata convocação em virtude de terceirizações ilícitas realizadas pelo banco reclamado. Em 1° instância, o autor teve seu pleito negado pela juíza substituta da vara do trabalho de Floriano. O Advogado do autor, Dr. Jairo Lima, recorreu da decisão, requerendo a reforma da mesma.

A Sessão de julgamento ocorreu ontem, dia 15.08, as 09:00 horas e após a leitura do relatório pela Desembargadora Relatora, Dra. Liana Chaib, o advogado fez sustentação oral, expondo pontos importantes para melhor compreensão da matéria.  A defesa do candidato, patrocinada pelo advogado Jairo Lima, alegou, entre outros pontos, que a instituição financeira insiste em terceirizar funcionários enquanto há previsão orçamentária e a necessidade da contratação de novos funcionários.

“Trouxemos aos autos provas concretas de que é prática reiterada da Caixa Econômica a contratação de terceirizados para cargos a atribuições exclusivas de Técnico Bancário. O próprio depoimento do preposto da empresa veio a confirmar a presença de terceirizados ocupando funções que só podem ser assumidas mediante aprovação em concurso público”, informou o advogado.

Após isso, e mesmo a Desembargadora relatora tendo iniciado seu voto no sentido de rejeitar o recurso, o Desembargador Fausto Lustosa requereu vista dos autos para melhor análise. Ao Portal iFloriano, Lima  justificou que “o pedido de vista se deu diante da apresentação de fatos novos, em virtude da realização da sustentação oral, recurso indispensável ao advogado, na defesa de seus clientes. Portanto, considerando o que foi discutido na sessão, bem como os documentos juntados aos autos, é que o Desembargador requereu vista dos autos, para melhor análise. Com isso, espera-se que o entendimento da 2° Turma do TRT da 22° região seja modificado, determinando a contratação dos aprovados neste concurso.

O Julgamento poderá representar uma vitória histórica aos candidatos do concurso, tendo em vista que o recorrente fora aprovado dentro das ultimas vagas previstas no edital, o que acabaria por beneficiar diversas outros candidatos.

Jairo Lima se colocou a disposição para dar mais esclarecimentos sobre esse tipo de situação através do número 89 9 9442 4066.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: